<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, setembro 02, 2004

Eu, como a maioria dos homens, não gosta de ir às compras e as compras que fazemos são em regra muito boas ou muito estúpidas. Por exemplo, achamos que comprar o mesmo modelo de calças mas em cores diferentes é mais simples, mais prático e dá muito menos trabalho! Isto era impossível de ser feito por uma mulher! Mas o exemplo mais frequente é comprar muito mais caro porque se entrou na loja ao lado ou comprar muito barato e aquilo desfazer-se no dia a seguir.
Mas não é isto que mais me incomoda no processo das compras. O que mais me incomoda são alguns funcionários das lojas. Há vários modus operandi conforme o tipo de loja e o tipo de produtos, mas o melhor é aquele que pergunta se preciso de ajuda e depois me deixa sozinho a vaguear pela loja e que quando preciso de ajuda está logo ao virar da esquina.
O segundo classificado na lista de pior modus operandi é aquele empregado que é uma figura quase inexistente, que quando vemos está a fugir de outros clientes e que quando o conseguimos emboscar diz que não é este o seu departamento e que o seu colega está na hora de almoço!
No entanto, há um género de empregado que odeio ainda mais, é aquele empregado melga, chato, cola, que não vende nada mas chateia o cliente por ser tão simpático, prestável e atencioso. Já não vou a algumas lojas porque o empregado está sempre atrás de mim a saber se preciso de ajuda, a dizer que há números acima (a maneira simpática de dizer que devia perder 1 ou 2 quilos), que troca a caixa porque está partida, que está à espera de novas encomendas e sei lá que mais! Gosto de ser bem atendido mas há pessoas que não gostam do estigma de ser português, de gostar de fado, de estar de neura só porque sim. Já era tempo de se aperceberem que há pessoas que gostam de ver um semblante carregado e uma lágrima no canto do olho!
Não há nada que nos faça sentir melhor do que ver uma pessoa que está em baixo. Pensamos logo que não estamos tão mal como isso, o que é bastante reconfortante e ajuda a subir os nossos índices de confiança.
Deixo aqui o apelo aos trabalhadores de comércio tradicional e ao de grande superfície para alterarem o vosso modus operandi, o vosso comportamento não vos leva a lado nenhum, até vão conseguir vender mais e todo o mundo fica mais contente.
Dica: Perguntar ao cliente como é que gostava de ser atendido, darem duas ou três hipóteses e darem uma de actores de Hollywood.

Comments:
Looking for information and found it at this great site... »
 
Enviar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Bloco-notas (apdeites) Weblog Commenting by HaloScan.com Divulgue o seu blog! Blogarama - The Blog Directory
Free Tell A Friend from Bravenet Free Tell A Friend from Bravenet